Grande e o homem que admite seus erros e pede perdão! - Daniel Godri Jr.

As Crônicas de Gelo e Fogo

14 de Janeiro de 2013
Com certeza eu não poderia deixar de enviar para vocês esta excelente dica de leitura. As Crônias de Gelo e Fogo! Um dos melhores livros que já li! Até acho que demorei demais para postar sobre esta excelente fantasia épica do autor romancista e roteirista americano George R. R. Martin, e publicado pela editora Bantam Spectra.

A história começou a ser desenvolvida em 1991 e o primeiro volume do livro só foi publicado em 1996. E o que era para ser uma trilogia, consiste agora em uma saga com cinco volumes publicados e mais dois volumes planejados. Há também três contos derivados e duas algumas novelas que resumem alguns dos romances principais.

Guerra dos Tronos

Há três argumentos principais na história, que se tornam cada vez mais interligados: a crônica de uma guerra civil dinástica entre várias famílias concorrentes pelo controle dos Sete Reinos; a ameaça crescente das criaturas sobrenaturais conhecidas como os Outros, que habitam além de uma imensa muralha de gelo ao Norte; e a ambição de Daenerys Targaryen, a filha exilada de um rei assassinado em uma outra guerra civil treze anos antes, prestes a voltar à sua terra e reivindicar seu trono de direito.

A série foi traduzida para vinte idiomas, tem mais de 4,5 milhões de cópias impressas nos Estados Unidos e vendeu cerca de quinze milhões de exemplares mundialmente. Todos os romances foram, em geral, bem recebidos pela crítica literária e pelo público, sendo indicados a diversos prêmios de fantasia e ficção científica, como o Locus, o Nebula e o Hugo. No Brasil os livros são publicados pela editora LeYa e em Portugal pela Saída de Emergência. Os livros de As Crônicas de Gelo e Fogo foram adaptados para um grande número de formatos, como jogos de videogame, histórias em quadrinhos, bonecos em miniatura e uma série de TV intitulada Game of Thrones. A atração televisiva apresentou a saga a um maior número de leitores e lhe trouxe maior notoriedade, fazendo com que os quatro primeiros volumes da série surgissem entre os dez primeiros colocados na referencial lista de mais vendidos do jornal norte-americano The New York Times em 2011.

Enredo

Os romances giram em torno dos Sete Reinos, onde uma guerra pela posse do Trono de Ferro é travada. A história se passa principalmente sobre o continente de Westeros, cuja extensão é equivalente à da América do Sul, mas também sobre uma grande massa de terra ao leste chamada Essos. Há uma linguagem universal — o idioma comum de Westeros —, bem como dialetos regionais e até mesmo uma língua extinta.

No passado, sete reinos independentes foram tomados, um a um, e posteriormente unificados por Aegon, o Conquistador, e suas duas irmãs — todos da Casa Targaryen. Com as espadas de seus inimigos Aegon construiu o lendário Trono de Ferro e sua linhagem governou sem mais incidentes. Cerca de quase três séculos depois, a hegemonia dos Targaryen é quebrada com uma rebelião e o jovem Robert Baratheon, com seus aliados, obtém a coroa. Os romances, que começam pouco mais de treze anos após este grande evento, passam então a seguir três tramas principais:

A primeira trata da conspiração e subsequente guerra pelo trono. Situada nos Sete Reinos, narra uma luta entre clãs rivais, que se desenvolve após a morte do rei Robert. O trono é reivindicado por seu filho Joffrey, apoiado pela influente família de sua mãe, a Casa Lannister. No entanto, Lorde Eddard Stark, principal conselheiro de Robert, descobre que todos os filhos do rei são ilegítimos e que o trono pertence então, por direito, ao segundo dos três irmãos Baratheon, Stannis. Stark é preso pela rainha e posteriormente morto por ter descoberto seu segredo. Renly, o irmão mais jovem do falecido rei, também reclama a coroa, desconsiderando abertamente a ordem de sucessão, com o apoio da poderosa Casa Tyrell. Enquanto a batalha dos reclamantes pelo Trono de Ferro se desenvolve, Robb Stark, herdeiro de Lorde Eddard, é proclamado rei no Norte com o apoio de seus vassalos e de seus aliados da Casa Tully.

O segundo argumento gira em torno das criaturas conhecidas como os Outros. Ao norte dos Sete Reinos existe uma muralha de gelo com centenas de metros de altura que protege o lugar há milhares de anos de seres sobrenaturais. Guardando a edificação estão os membros da Patrulha da Noite, um grupo que permanece em vigília constante para defender Westeros de um inimigo considerado extinto há muito tempo. Entretanto, após o longo período de calma, patrulheiros são mortos além da Muralha e descobre-se que o mal que a construção encerrava regressou.

Gelo e Fogo

O terceiro e último trata dos dois descendentes da dinastia derrubada que sobreviveram, exilados além do mar estreito, em Pentos. Lá, Viserys Targaryen casa sua irmã mais nova, Daenerys, com Khal Drogo, o líder de milhares de guerreiros nômades chamados dothraki. Ele espera obter homens suficientes do exército do marido dela para invadir os Sete Reinos e retomar o trono que vê como seu por direito. Entretanto, após uma série de eventos, Viserys é morto e Drogo também. O exército de Drogo se separa e menos de uma centena de pessoas continuam com Daenerys. Cumprindo a tradição do povo de seu marido, a jovem ergue uma pira funerária e deposita ali todos os bens que recebeu ao se casar com ele. Entre eles estão três ovos de dragão, uma criatura já extinta. Em um tipo de transe, a última Targaryen entra nas chamas e retorna ilesa, com três pequenos dragões consigo. Os poucos dothraki presentes lhe juram fidelidade e ela inicia sua jornada para reconquistar o Trono de Ferro.
Personagens
Até o quarto livro, estima-se que o universo ficcional de As Crônicas de Gelo e Fogo possua mais de mil personagens nomeadas, ainda que algumas sejam citadas rapidamente. A maioria delas é humana, entretanto, conforme a série avança, outras raças são introduzidas. Entre os humanos há uma extensa divisão de classes sociais, com grupos de nobres, de servos, etc.

Grande parte das personagens mais importantes da trama está dentro das Grandes Casas dos Sete Reinos. Estas Casas representam as famílias mais poderosas da série — todas com sua própria heráldica e história pessoal; além disso, cada uma têm controle sobre um determinado território e exerce influência sobre seus respectivos clãs vassalos. No início da saga, todas as Casas estavam subordinadas ao Trono de Ferro, porém, após a morte do rei Robert Baratheon, cada uma delas escolheu jurar fidelidade a alguém e o poder no reino se fragmentou.

Além das famílias nobres, existem também outras facções como a Patrulha da Noite. Formado por homens vindos de todas as partes de Westeros, o grupo, encarregado de proteger o extremo Norte dos Sete Reinos, foi muito respeitado no passado, porém, com o decorrer dos anos, caiu em declínio e hoje é formado principalmente por iletrados e criminosos.

Fora de Westeros, destacam-se os habitantes de Essos, um continente a leste; entre seus moradores estão comerciantes, pastores, feiticeiros ou exilados. As personagens de Essos apresentam, em geral, uma cultura própria, com princípios e estilo de vida diferentes da civilização dos Sete Reinos; alguns deles vivem em cidades como Pentos e Myr, ou mesmo em caravanas como o povo nômade dothraki.



Ainda há muito o que dizer sobre esta séria fantástica e seus personagens, principalmente dos novos livros que ainda serão escritos.

Espero que você tenha uma ótima leitura como estou conseguindo. Já estou no fim do segundo livro!

Deixe sua opinião sobre!

Até o próximo post!




Este post ainda não possui comentários. Seja o primeiro!

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será exibido.
Receba as Novidades

Para receber as últimas novidades e promoções do site, digite seu e-mail e clique em enviar.

Arquivo do Blog