Não estimes o dinheiro nem em mais nem em menos do que aquilo que vale, porque ele é um bom servo e um mau amo. - Alexandre Dumas

Pequenas Corrupções

01 de Outubro de 2014

Maus hábitos cotidianos, como 'furar fila', 'bater o ponto pelo colega', 'falsificar carteirinha de estudante', merecem ser encarados como práticas antiéticas (em alguns casos, até ilegais) e devem sim ser combatidos.

Com esta mensagem a CGU (Controladoria Geral da União), órgão responsável por fomentar a transparência nas contas do governo, ajudando a combater a corrupção, conseguiu chamar a atenção de milhares de internautas que compartilham sem piedade o mote criado. Assim, a campanha que começou em meados de 2013, conseguiu mais de 277 mil (até o momento em que eu escrevia este artigo) compartilhamentos, e mais de 6 milhões de visualizações no facebook, a maior rede social no mundo atualmente.

A campanha começou com a publicação de uma série de imagens pedindo para as pessoas que deixem de lado certos hábitos que chamou de pequenas corrupções, tais como furar fila, falsificar carteirinha de estudante, etc. Até aí, normal. Teve uma boa repercussão, mas nada de extraordinário. Porém, na manhã do último domingo, o órgão federal juntou as recomendações em uma imagem só e recolocou no ar, obtendo um resultado surpreendente.

Compartilhe esta ideia você também

Segue o link: Campanha CGU

Demais imagens da campanha.



Fonte: https://www.facebook.com/cguonline?fref=photo

1 Comentário

Antonio Baptista Antonio Baptista disse... Evitar as pequenas para evitar as maiores. Os grandes corruptores brasileiros começaram de pequenas corrupções. Tem muitos candidatos que não foram incluídos na ficha suja, mas são pequenos fichas sujas. Se eleitos serão grandes corruptores. Todos já praticamos pequenos furtos, colamos nos exames, trapaceamos com os outros em casa e fora também, já mentimos várias vezes. Uns mudaram de vida, viraram a página para a honestidade, sinceridade, deixaram de fazer o mal. Vamos fazer nosso exame de consciência, lendo a mensagem. Não jogar, de jeito nenhum, culpa no outro. Vamos encarar nossas pequenas culpas com coragem e arrependimento. Domingo, os pequenos corruptores, arrependidos ou não, vamos votar em pequenos ou grandes corruptores. Tem gente que gosta de votar em grandes ladrões. Isso é comum em nosso país. Inteligentes ou ignorantes, somos farinha do mesmo saco. Só não podemos ser como aquele animal que chamamos de burro, puxando carroça, levando chicotada, com viseira para não vermos o que se passa dos lados, burro é aquele que diz que não sabia, etc. Data: 02/10/2014 10:05

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será exibido.
Receba as Novidades

Para receber as últimas novidades e promoções do site, digite seu e-mail e clique em enviar.

Arquivo do Blog